Exposição no CPB tem como tema Mulheres do movimento paralímpico

A exposição ficará em exibição até o final do mês no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo

cpb

O Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), em virtude ao Dia da Mulher celebrado no último domingo (08), inaugurou nesta segunda-feira, 10, a exposição “Mulheres do Movimento” para exaltar atletas, funcionárias e mães de alunos do projeto Escola Paralímpica de Esportes.

A mostra

A mostra que possui fotos, resumo das histórias de cada personagem, frases e palavras que as definem ficará em exibição até o final do mês no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

O material fotográfico pôde ser visto nas redes sociais do CPB desde a data comemorativa. As 17 participantes também falaram sobre machismo, preconceitos e a esperança para o futuro.

“Não gosto quando dizem que tenho de treinar como homem. É como se a gente não pudesse treinar forte. Ou quando dividem a cor por gênero”, opinou Edênia Garcia, tetracampeã mundial de natação para o site do CPB.

Também da natação, participaram do ensaio as atletas Carol Santiago e Susana Schnarndorf, Raissa Rocha, do atletismo, Alana Maldonado, do judô, e Ana Ramkrapes, técnica da Seleção Brasileira de rúgbi em cadeira de rodas.

Quem mais participou do projeto

Integraram o projeto a vice-presidente do CPB, Naíse Pedrosa, além de Cássia Rodrigues, Cláudia Silva e Valquíria Mendes, da Escola Paralímpica. Já Elza Leão, Lorena Contesini, Jane Bento, Silvia Soraia, Taiana Lopes, Ane Cristina e Verena dos Santos, representaram as funcionárias do Comitê.

Não só haverá ensaio, como também durante todo o mês de março, os colaboradores do CPB participarão de palestras e mesas redondas sobre diversos assuntos, como feminismo e igualdade de gênero na sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *