“Vai Pra Cima, Fred” aumenta a visibilidade do futsal

“Vai Pra Cima, Fred” terá a exibição do seu último episódio neste domingo, às 19h, no canal Desimpedidos

Vai Pra Cima, Fred - Créditos: Felipe Gombossy

A prática do futsal é uma das mais populares no Brasil. Isso se dá ao fato de que crianças e adolescentes são logo apresentados ao esporte quando o encontram em quadras de escola, prédios ou clubes. Mas esse público que pratica a modalidade, não consome as suas equipes e tão pouco as acompanham pela TV.

Esse pensamento surgiu principalmente na cabeça de Fellipe Drommond, presidente da equipe de Sorocaba, o Magnus Futsal. No dia 19 de abril, ele lançou a série em parceria com o canal Desimpedidos e o YouTube Originals, contando a experiência do apresentador do canal, Fred, de tornar-se um jogador profissional.

A ideia de lançar a série

“A ideia de aproximar o Magnus Futsal do público jovem iniciou-se em 2018, quando planejávamos o futuro sem Falcão. Havia a necessidade de melhorarmos nossa comunicação com este público e, para isso, a estratégia adotada foi o Youtube. Sempre em parceria com a NWB, realizamos o Super Clássico Desimpedidos, depois o Desafio do Fred e os bons resultados nos deu embasamento para planejarmos a webserie”, explicou o presidente do Magnus Futsal.

Em 2018, a boa atuação de Fred no “Super Clássico Desimpedidos” já havia garantido um convite para que o youtuber passasse a vestir a camisa do time sorocabano. Mas foi por meio do desafio realizado no ano seguinte que o convite para que ele integrasse o elenco da equipe foi realmente oficializado.

O YouTube entrou em contato com o Desimpedidos procurando fazer algum conteúdo com o canal, na mesma época que surgiu o convite do Magnus Futsal para o Fred compor o time. Como resultado da junção desses fatos surgiu a série “Vai Pra Cima, Fred”. A novidade está em sua reta final e, neste domingo, às 19h, no canal Desimpedidos, vai ao ar o seu último episódio.

“Vai Pra Cima, Fred” é a materialização de um sonho

"Vai Pra Cima, Fred"
Foto: Guilherme Mansueto

Com uma origem simples e humilde, durante a sua infância e adolescência, Bruno Carneiro Nunes (que hoje é mais conhecido como Fred) nutriu dentro de si o sonho de ser jogador de futebol. Por outro lado, o destino fez com que ele não fosse jogador e sim que se formasse em jornalismo e virasse o apresentador do maior canal de futebol no YouTube da América Latina.

Hoje ele possui mais de 5 milhões de seguidores no seu Instagram e carrega consigo o título de youtuber de futebol mais influente do Brasil. Recentemente, ele integrou a lista “Under 30” da revista Forbes, como um dos jovens talentos mais impactantes do meio digital.

Dentro do Desimpedidos, Fred viveu as maiores oportunidades da sua vida. Desde as gravações desafiando ídolos do futebol (que lhe rendeu até algumas amizades), a entrevista com o Cristiano Ronaldo e um bate-bola junto dele e da Marta, a idas para Champions League, o acesso livre a estádios e competições, até receber o convite para realizar sonho de quando era apenas Bruno, tornar-se um jogador profissional.

O apresentador permitiu-se viver de maneira intensa o sonho que ainda habitava dentro do seu coração por mais distante que parecesse estar.

Fred e a experiência no Magnus

Durante cinco anos, a rotina de Bruno Carneiro era de gravar semanalmente como Fred os vídeos do canal Desimpedidos. No final do ano passado, essas gravações foram ainda mais intensas, quando adiantou três meses de conteúdo para partir para o novo desafio.

Ele se apresentou junto do elenco sorocabano em janeiro e ficou morando na cidade até meados de março. Fez testes físicos, ficou apto para realizar a pré-temporada, jogar os amistosos e a Copa Internacional contra o River Plate. Tudo isso ficou gravado em forma de reality show, cujo narrador dessa aventura é o próprio Fred.

A saudade de casa, pressão psicológica, dores físicas, intensidade dos treinos e tantos outros fatores da série que mostram de maneira real a rotina de milhares de atletas brasileiros. Além disso, mostra a vivência de um sonho de muitos, fator que faz com que o público se identifique ainda mais com o conteúdo da série.

Os domingos da série “Vai Pra Cima, Fred”

Foram sete domingos acompanhando desde a revelação de mudança de vida para a dona Aurimar e o seu Francisco, até o perrengue do teste na esteira. Das aventuras no Parque do Campolim, com a presença de “todo um carisma” do preparador físico, Marcos Poso. Da troca de “desafio do Fred” para a do desafio da pontualidade e do acordar cedo todos os dias.

Do se acostumar com a saudade e a solidão dentro de um apartamento em Sorocaba, que em um fim de semana ou outro tinha como lavador de louça oficial o pivô Alisson Neves. De manter uma rotina intensa dentro da Arena Sorocaba, até a continuação dos treinos debaixo de sol no espaço do “Capita”, que virou amigo como todos os outros parceiros da equipe tricampeã mundial de futsal.

Do abandono da vida de festas e baladas de São Paulo, até o momento de descontração ao som de “é tchau para quem namora”. De deixar de gritar no “Fred+10” para ouvir os gritos de “isso, Fred!” e “boa, Fredão!” em dias de jogos e treinamentos.

O oitavo e último domingo se aproxima e não sabemos se a série “Vai Pra Cima, Fred” terá uma continuação ou se o fenômeno das redes sociais ainda será jogador do Magnus Futsal. O convite foi feito e os resultados que a jovem equipe buscava dentro do meio digital estão acontecendo.

Magnus Futsal e o “Vai Pra Cima, Fred”

Fotos oficiais do Magnus Futsal para a temporada 2020
Foto: Danilo Camargo

A produção que faz parte do Youtube Originals deixou um legado muito importante para o mundo do futsal: foi a primeira vez que uma equipe produziu um conteúdo nesse formato na história da modalidade e, o melhor de tudo, ele viralizou!

Como resultado, foram mais de 20 milhões de views nos sete vídeos postados e o perfil do Instagram da Magnus soma hoje mais de 300 mil seguidores, ultrapassando o de algumas equipes tradicionais do futebol brasileiro e tornando-se um número expressivo para uma equipe de futsal.

“Desde o anúncio da série percebemos que o engajamento desse novo seguidor está chegando em nossas redes sociais, principalmente no Instagram. O pessoal que está gostando da série e já gostava de futebol, de futsal, está vindo muito animado com tudo isso que está acontecendo. Temos um número quatro vezes maior de comentários, curtidas. Em nossos stories dá para perceber que o pessoal participa mesmo, o número de visualizações também quadruplicou” avaliou Guilherme Mansueto, assessor de imprensa do Magnus Futsal.

As ações do Magnus Futsal

Com um canal no YouTube que atingiu a marca de mais de 65 mil inscritos, o Magnus Futsal busca sempre inovar dentro do mercado. A equipe possui categorias de base, sub-20 e o elenco principal.

Dentro do Magnus são promovidos eventos como o “Magnus Academy”, um curso destinado a profissionais do esporte. A finalidade é compartilhar todo o conhecimento dos membros da comissão técnica e diretoria, em torno da modalidade. A sua primeira edição foi feita em 2019, e contou com quase cem inscritos.

“Desportivamente seguimos nossa caminhada como uma das principais equipes de futsal do mundo. Mas, após a série, o nosso objetivo é manter a audiência do nosso canal, tornando-o um dos principais produtores de conteúdo sobre futsal do Brasil e do Mundo” disse Fellipe Drummond, sobre os próximos objetivos da equipe pós exibição da série.

Marketing e o Magnus Futsal

Foto: Magnus Futsal

Com um conceito diferenciado, atrativo e com ótimos resultados dentro e fora de quadra, especialistas em marketing esportivo diriam que o Magnus Futsal é um dos maiores cases do Brasil. A série ainda conta com a participação ativa de Falcão, o melhor jogador de futsal de todos os tempos. É importante lembrar que ele encerrou a sua carreira no time sorocabano e hoje atua como co-gestor da equipe.

Um dos fatores que fizeram com que a série fosse um sucesso foi a relação de Fred com o Falcão. Fred, quando ainda era Bruno, ia aos jogos do eterno camisa 12 e o tinha como ídolo. Como resultado da sua ascensão na internet, ele acabou se aproximando do rei do futsal e uma grande amizade entre os dois foi criada.

O investimento nesses dois nomes de influência digital dentro da equipe faz com que o público jovem se aproxime mais do futsal. Quem acompanha a série pode não entender nada da modalidade, mas acaba assistindo por conta dos nomes que estão envolvidos na ação.

Portanto, aumenta o interesse no esporte e o engrandece ainda mais. Assim, o clube pode atingir o seu objetivo tornando-se referência não só dentro de quadra como também no meio digital, impactando então, a maneira de como o esporte se comunica.

“Ainda estamos levantando alguns dados desse impacto para o futsal em sentido de redes sociais. Vamos ver o quanto que cresceu as mídias da liga nacional nesse período”, explicou o assessor de imprensa do Magnus Futsal, Guilherme Mansueto.

Impacto da Covid-19 nos resultados do “Vai Pra Cima, Fred”

Com a exibição da série, o futsal ficou em alta. Ainda que estejamos passando por um período sem esportes devido a paralisação em decorrência a pandemia que o mundo está vivendo. Esse é um fator que, segundo Guilherme, impede um pouco de se ter uma maior conclusão do impacto causado por “Vai Pra Cima, Fred.”

“Se os jogos estivessem acontecendo, e o público pudesse ver jogando mesmo, em ação, o impacto seria sem dúvidas muito maior. A gente ainda vai perceber a médio prazo o que tudo isso pode trazer de benefício para o futsal. E não só para gente, porque a nossa maior preocupação é essa: tornar o futsal como um todo um esporte melhor divulgado e melhor consumido”, concluiu o assessor para o Aliança Esportiva.

Para o presidente do Magnus, Fellipe Drummond, o mercado após pandemia apresentará muitas oportunidades e o futsal está preparado para ocupar esta espaço. “Este é o melhor momento para crescer de forma sólida, ampliando o potencial de exposição midiática e geração de receita da modalidade” finalizou.


 

Bianca Ramos Cardozo é apaixonada por esportes e possui experiência na realização de eventos voltados para o futebol feminino. Ainda terminando o Ensino Médio, sonha e batalha para tornar-se uma jornalista esportiva. Escreveu para blogs esportivos, como o Futebol Por Elas e o Rainhas do Drible, este último sendo uma das cofundadoras. Grava matérias semanalmente para o Na Onda do Esporte, TV local do Guarujá, e possui experiência em redes sociais com o trabalho de social media.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *